Economia da cultura da figueira-da-índia: investimento e conta de exploração

2017-08-10

O artigo de Pedro Reis e Inocêncio Seita Coelho intitulado "Economia da cultura da figueira-da-índia: investimento e conta de exploração" conta que o cultivo da figueira-da-índia aliás piteira aliás figueira-do-diabo aliás tabaio aliás tabaibo só começou a ganhar expressão em Portugal a partir de 2010. Passados sete anos, já surgem plantações em pomar, por quase todo o país. 

Na situação de seca onde o país se encontra atualmente, vale a pena conhecer melhor e, quem sabe, investir nesta espécie exótica de que nada se desperdiça. A par da alimentação humana e animal, pode servir para produzir bioetanol e biogás, produtos cosméticos, prevenir a erosão dos solos ou ainda travar o avanço de incêndios.

Depois de entrar no assunto, o artigo técnico da autoria de Pedro Reis e Inocêncio Seita Coelho, do INIAV, publicado na Vida Rural nº 1821, faz uma análise de investimento e uma conta de exploração para a instalação de figueira-da-índia. No exemplo descrito, o custo de instalação de um pomar de sequeiro, no primeiro ano, foi de 2235 euros/ha.

Por fim, apresenta o livro “A cultura da figueira-da-índia e a valorização agroindustrial do fruto”, também do INIAV, em parceria com o Centro de Excelência e Valorização dos Recursos Silvestres Mediterrânicos (CEVRM) e a Opuntiatec – Consultora Agronómica, que aborda a cultura e as potencialidades do figo-da-índia em Portugal.

O artigo técnico “Economia da cultura da figueira-da-índia: investimento e conta de exploração” e o livro “A cultura da figueia-da-índia e a valorização agroindustrial do fruto” encontram-se ambos em anexo.





Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Agenda

Mercados de Natal do Ribatejo Interior

2018-12-01 a 2018-12-16, Constância, Abrantes e Sardoal

Seminário “Agricultura Nacional – Produção Local – Comercialização Direta”

2018-12-18, Alpiarça

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1