4ª Academia 2017 do Centro de Frutologia Compal

I318-IMAGEM1.JPG

As candidaturas à Academia 2017 do Centro de Frutologia Compal estão abertas até dia 23 de fevereiro. 12 empreendedores agrícolas vão ser seleccionados para seguir uma formação, entre abril e julho de 2017, composta por quatro sessões no terreno, oito módulos teóricos e três visitas a explorações agrícolas modelo.

 

 

O Órgão de Gestão do GAL Dueceira subscreveu, a 16 de fevereiro, os primeiros projetos de apoio à pequena agricultura. Dentro da execução da Estratégia de Desenvolvimento Local, desenhada pelo Grupo de Ação Local (GAL) Dueceira para este território, que abarca os concelhos de Lousã, Miranda do Corvo e Vila Nova de Poiares, dão-se, assim, os primeiros passos para atender à necessidade de pequenos investimentos nas explorações agrícolas.

 

A AIDA e o Fórum Florestal vão promover a realização de uma formação de 35 horas em horário laboral, dedicada à “Elaboração de projetos de investimento agrário”, a decorrer na Associação Industrial do Distrito de Aveiro, nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro e 1 e 2 de março.

 

ADL abre período de candidaturas ao PDR2020

 

I319-ESTUDOXDEXVIABILIDADEXAGRO-ECONXXMICAXDEXHORTICOLASXNOXALTOXSADOXALVALADE.JPG

No âmbito da implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local, Medida 10 LEADER do PDR 2020, para o território de intervenção Litoral Alentejano, que abrange os concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines, o GAL ADL abriu, desde 30 de janeiro, o segundo período de candidaturas à operação 10.2.1.1 – Pequenos investimentos na exploração agrícola, com fecho marcado para 17 de março, e o primeiro concurso à operação 10.2.1.3 – Diversificação de atividades na exploração agrícola, encerrando a 31 de março.

Os documentos dos dois concursos podem ser consultados e carregados em http://adl.litoralalentejano.pt/

 

O futuro da PAC está em consulta pública

A partir de 2 de fevereiro e por mais três meses, a Comissão Europeia lança uma consulta pública on-line sobre o futuro da Política Agrícola Comum (PAC). Os desafios sociais, políticos, económicos e ambientais atuais requerem uma nova definição das prioridades da política agrícola para o futuro. 

 

Na manhã do dia 8 de fevereiro, vai realizar-se o colóquio intitulado “Agricultura biodinâmica e sistemas de certificação associados“ no auditório do Campus Agrário de Vairão, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

 

Porque a discussão em torno do futuro da floresta não deve ter fim. Porque algumas das medidas legislativas propostas na Reforma da Floresta são controversas e vão introduzir alterações na política florestal portuguesa, e porque alguns diplomas carecem ainda de aprovação pela Assembleia da República, a UNAC – União da Floresta Mediterrânica vai realizar o seminário “A Reforma da Floresta: Necessidades e Oportunidades”.

 

O programa Capitalizar do Ministério da Economia vai apoiar investimentos de longo prazo das Pequenas e Médias Empresas (PME) com base em cinco linhas de crédito num total de 1600 milhões de euros.

 

Olhar para trás e seguir em frente, é o desafio lançado pelo Centro de Estudos Florestais (CEF) que encerra as celebrações dos seus 40 anos com uma conferência internacional a decorrer nos dias 26 e 27 de janeiro, na Sala de Atos do Instituto Superior Agrário (ISA).

 

O Grupo de Ação Local ADIRN – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte recebeu oito candidaturas dos concelhos de Alcanena, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha para a Operação 10.2.1.6 – Renovação de Aldeias. O montante total das propostas ascende a 903.011,62 euros, enquanto 270.962,96 euros de Despesa Pública estavam colocados a concurso.

 

Regras de designação, apresentação e rotulagem de produtos vitivinícolas, estabelecidas numa única portaria

A Portaria n.º26/2017, publicada em Diário da República, estabelece as regras complementares relativas à designação, apresentação e rotulagem dos produtos do sector vitivinícola previstas nos regulamentos europeus.

 

O plano previsional de abertura de candidaturas para o ano 2017, publicado a 9 de janeiro, já pode ser consultado e descarregado no site do PDR2020.

 

35 milhões para apoio à restruturação e reconversão da vinha

I299-DSCX1395.JPG

Com vista a campanha 2017/2018, o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) solicita a submissão de candidaturas ao regime de apoio à restruturação e reconversão da vinha (VITIS) até 31 de janeiro. As propostas devem ser apresentadas por via eletrónica na página do IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, a decisão de aprovação ou rejeição sendo depois comunicada aos candidatos até 15 de maio de 2017. 

 

Sentar à mesma mesa empresários do turismo e produtores locais

A Associação Odiana abre as suas portas, em Castro Marim, aos empresários e produtores do território a 24 de janeiro, pelas 14h30. Esta vai ser a primeira de seis sessões de trabalho no âmbito do projeto “Turismo em Zonas de Baixa Densidade (Baixo Guadiana)”.

I303-IMAGEM2.JPG

 

A Câmara Municipal de Serpa vai promover uma apresentação pública da 16ª Feira do Queijo do Alentejo, a 24 de janeiro, pelas 11h30, no Museu Etnográfico de Serpa. A um mês da feira, o município tomou, assim, o partido de revelar em primeira mão o teor da mostra que potencia e estimula o turismo no concelho.

 

A ADRIMINHO – Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho vai fechar a 31 de janeiro o período de apresentação de candidaturas à Medida 10.1.2.3 – Diversificação de atividades na exploração agrícola, após ter prorrogado o prazo, inicialmente previsto para 9 de janeiro, por mais 22 dias.

 

Até ao próximo dia 17 de fevereiro de 2017, mantém-se em curso o período de apresentação de candidaturas para a Operação 10.2.1.3 – Diversificação da Actividade na Exploração Agrícola, integrada na medida 10 LEADER do PDR2020, lançado pelo GAL ADIBER/Beira Serra14-20 no âmbito da implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local, definida pela parceria local, para a região da Beira Serra – Arganil, Góis, Oliveira do Hospital e Tábua.

 

O Relatório do Estado do Ambiente 2016 (REA2016), publicado anualmente pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), está disponível para consulta. Além de um retrato atual do país no que respeita às vertentes Economia e Ambiente, Energia e Clima, Transportes, Ar, Água, Solo e Biodiversidade, Resíduos e Riscos Ambientais, o REA2016 faz também um ponto da situação dos progressos, constrangimentos e uma avaliação das metas e objetivos fixados a nível ambiental.

 

A 29 de dezembro, foram formalmente aprovadas oito candidaturas de projetos de investimento relativas às operações 10.2.1.1 e 10.2.1.2, «Pequenos Investimentos nas explorações Agrícolas» e «Pequenos investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas» submetidas à A2S – Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia, no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente - PDR2020.

 

No dia 7 de novembro iniciou-se o processo de consulta pública sobre a Reforma das Florestas que decorre até 31 de janeiro 2017. Depois do Governo ter aprovado a 27 de outubro em Conselho de Ministros os 12 diplomas elaborados neste âmbito, chegou a altura de ouvir e implicar a administração central, as autarquias, a comunidade académica e a sociedade em geral.

 

Setenta agricultores dos concelhos de Alcácer do Sal e Santiago do Cacém participaram em cinco ações de formação do Curso de “Modo de Produção Integrada (geral)”, que visa apoiar os agricultores na adoção de práticas de produção integrada.

 

Procuram-se ideias de turismo criativo

I265-CREATOUR.JPG

O projeto CREATOUR «Desenvolver Destinos de Turismo Criativo em Cidades de Pequena Dimensão e Áreas Rurais» procura propostas de projetos de turismo criativo com vista a colaborar num projeto de investigação até 15 de janeiro de 2017.

 

Ministro da Agricultura faz um balanço positivo de 2016

Na hora de fazer um balanço de 2016, Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, agradeceu o contributo dos agricultores e produtores florestais portugueses e das suas organizações. Portugal registou um acréscimo de rendimento da actividade agrícola de 5,8%, aproximadamente o dobro do ano anterior.

 

Sessão de networking em torno de uma Guia Prático do Empreendedor Agrícola

A Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo (DRAP LVT) e a McDonald’s® Business Initiative for Agriculture – Iniciativa para o Empreendedorismo Agrícola promovem em conjunto uma sessão de networking a realizar no dia 10 de janeiro, pelas 10H00, no auditório da Escola Superior Agrária de Santarém, na Quinta do Galinheiro – S. Pedro, em Santarém.

 

A partir de janeiro de 2017, a In Loco vai desenvolver o infoAGRI – Informação Agrícola no Algarve Central. Este plano de ação, financiado pelo PDR2020, visa disseminar informação técnica, económica e organizacional relativa aos setores agrícola, agro-alimentar e florestal ao longo de 36 meses. Pretende-se assim fortalecer os setores primário e secundário, bem como qualificar as explorações agrícolas e as atividades económicas de base local.

 

Alimentação, hotelaria e tecnologia para indústria alimentar, três salões numa feira

I278-IMAGEM1.JPG

A maior plataforma de negócios para os setores da Alimentação, Distribuição e Hotelaria em Portugal vai estar patente de 4 a 6 de junho 2017 em Lisboa. A 14ª Alimentaria & Horexpo Lisboa – Salão Internacional da Alimentação, Hotelaria e Tecnologia para a Indústria Alimentar é a feira de referência para o mercado português e para os mercados de influência portuguesa.

 

Análise do setor agrícola pelo Banco de Portugal

O Banco de Portugal atualizou o Estudo da Central de Balanços | 11 – Análise do Setor Agrícola, com informação sobre a situação económica e financeira das empresas pertencentes ao setor agrícola entre 2011 e 2016.

 

No prólogo do relatório anual da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) sobre o estado mundial da agricultura e alimentação em 2016, lê-se que os setores agrícolas podem contribuir para o equilíbrio do ciclo global do carbono. Também o setor florestal pode limitar a produção de grandes quantidades de dióxido de carbono atmosférico (CO2), se evitar a deflorestação, aumentar a área florestal e adotar uma produção sustentada da madeira. Sendo os solos essenciais para a regulação de emissões de CO2 e de outros gases com efeitos de estufa, uma utilização e gestão apropriada dos solos induziria o aumento da qualidade e da fertilidade do solo e mitigaria o aumento de CO2 atmosférico.

 

A floresta autóctone em primeiro plano

«Floresta autóctone – Plantar e Valorizar» é o nome do documentário apresentado nas III Jornadas sobre o Carvalho que se realizaram no Museu de Vilarinho da Furna, freguesia de Campo do Gerês, concelho de Terras de Bouro no passado dia 25 de novembro.

 

Restabelecer o potencial florestal

Desde o dia 29 de novembro até ao dia 31 de janeiro de 2017, encontra-se aberto o período de apresentação de candidaturas à Operação 8.1.4 «Restabelecimento da floresta afetada por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos» (4º concurso) da Ação 8.1 «Silvicultura Sustentável», enquadrada na Medida 8 «Proteção e Reabilitação dos Povoamentos Florestais» do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente (PDR 2020).

 

«Primavera chuvosa e verão muito quente afetam campanha agrícola»

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), de 17 de novembro, prevê-se uma descida da produção para pomares, vinha e olival.

 

E o «Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola» num valor total de 40 mil euros foi para dez projetos inovadores, entre os quais se destacaram seis vencedores e quatro menções honrosas, que receberam respetivamente €5.000 e €2.500.

I274-SLIDE1-HORIZONTAL.JPG

 

O Prémio ADVID da Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense pretende sensibilizar os investigadores para as especificidades da vitivinicultura da Região Demarcada do Douro (RDD), com vista ao desenvolvimento e transmissão de tecnologias e conhecimentos necessários ao desenvolvimento da sua vitivinicultura. As candidaturas devem ser apresentadas até 31 de dezembro, através de um formulário a preencher online.

 

Desde a sua abertura, no passado dia 14 de novembro, até ao fecho, dia 31 de janeiro de 2017, a Douro Superior – Associação de Desenvolvimento tem em curso o período de submissão de candidaturas à Operação 10.2.1.3 “Diversificação de atividades na exploração agrícola”.

 

Barroso é candidato a património agrícola mundial

A região de Barroso quer candidatar-se ao Programa “Sistemas engenhosos do património agrícola mundial” da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). No âmbito do processo de elaboração desta candidatura, uma delegação da FAO visitou, a 21 de novembro, vários pontos e conheceu vários agentes do concelho de Montalegre para ganhar uma perceção do território e propor orientações para a futura candidatura.

 

Até 31 de dezembro de 2016 podem candidatar-se ao Prémio Gestão de Terras e do Solo da European Landowners’ Organization (Organização Europeia de Proprietários de Terras), agricultores, proprietários de terras, gestores de terras, agrupamentos de agricultores, individualmente ou em colaboração com institutos de investigação, universidades e/ou empresas privadas, que adotam práticas de uso e gestão de solo atenuantes das ameaças ao solo.

 

 

A União da Floresta Mediterrânica (UNAC) vai promover o Seminário Anual da Fileira da Pinha/Pinhão 2016 a 7 de dezembro, no Cine Granadeiro – Auditório Municipal, em Grândola.

 

Há três anos a promover e comercializar produtos locais

I259-IMAGEM1.JPG

Cá da Terra, no Sardoal, e Camões com Sabor, em Constância, dois espaços lançados, respetivamente a 6 e 7 de dezembro de 2013 pela TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, em parceria com os municípios do Sardoal e de Constância, vão celebrar três anos de serviços leais aos produtos locais.

 

O Grupo Editorial Vida Económica, mentor do ciclo de conferências «Portugal é Competitivo!», vai promover a realização da conferência subordinada ao tema «Indústria Alimentar: entre a segurança e a soberania alimentar» a 22 de novembro, no Auditório da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria.

 

No passado dia 10 de novembro festejou-se mais um dia “mundial” da bolota. Já lá vão oito, desde que esta ideia germinou na mente do professor de biologia Jorge Carecho, da Escola Secundária Quinta das Palmeiras, na Covilhã. Entretanto, não deixou de dar frutos, e já são muitos os sítios virtuais e reais que promovem e implementam esta ideia independente e arrojada.

 

O 19º Encontro da Agricultura Familiar Alentejana vai focar nesta edição a questão fundamental dos “Apoios à Agricultura Familiar e Circuitos Curtos de Comercialização”, assim como abordar os pontos “Produzir e consumir local” e ao “Papel das mulheres na agricultura” vai começar às 9h30 do dia 26 de novembro, no Cine-Teatro de Arraiaolos.

 

Circuitos Curtos Agroalimentares (CCA), ilustrados por uma cojunto de iniciativas e boas práticas, atraíram um público de cerca de 70 pessoas interessadas a 7 de outubro, em Vila Verde. A ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave aproveitou a muito concorrida e participada XXV Festa das Colheitas de Vila Verde para dar a conhecer novos rumos e novas vozes dos CCA.

 

Curso de “Investimento na cultura do Medronho” em Proença-a-Nova

I320-ADRIMAGXMEDRONHO.JPG

Em parceria com a Cooperativa Portuguesa de Medronho, o Município de Proença-a-Nova e o Centro Ciência Viva da Floresta (Proença-a-Nova), o Fórum Florestal - Estrutura Federativa da Floresta Portuguesa, entidade formadora certificada, vai realizar, a 10 e 11 de março, a 2ª edição do curso de “Investimento na cultura do Medronho”.

 

Sala cheia para discutir a Reforma da Floresta em Vila Verde

A 23 de janeiro, o tema da Reforma da Floresta esteve em destaque em Vila Verde. Esta iniciativa, a cargo da Associação Florestal do Cávado, encheu o Salão Nobre da Câmara Municipal, e contou com as intervenções do presidente do Grupo de Ação Local (GAL) ATAHCA, José da Mota Alves, e da Diretora Executiva da Forestis – Associação Florestal de Portugal, Rosário Alves.

 
 

As trocas comerciais entre o setor agroalimentar e hóteis e restaurantes no Algarve vão estar na mira de um estudo de diagnóstico a cargo da Universidade do Algarve (UAlg). Este estudo, que se insere no projeto Agrotur, visa caracterizar a oferta dos territórios de baixa densidade e a procura das empresas do setor do turismo do Algarve.

 
 

O que de melhor se produz nos concelhos da Sertã, Mação, Oleiros, Proença-a-Nova e Vila do Rei vai marcar presença nos mercados “Quintais nas Praças do Pinhal”. Os produtos hortofrutícolas frescos vindos diretamente do produtor, os produtos transformados e o artesanato regional vão percorrer cada concelho do território mês após mês para ir ao encontro das populações locais. Organizados num sistema de rotatividade, estes mercados realizam-se sempre no segundo domingo de cada mês, visitando, pelo menos, duas vezes os referidos concelhos.

 
 

Sintra, Azueira e Lousa são os três núcleos escolhidos pela A2S – Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia para promover ações de divulgação sobre as oportunidades de financiamento para o desenvolvimento rural da região. , nomeadamente os apoios do Progama de Desenvolvimento Rural 2014-2020.

 
 

O azeite vai dominar a cena mirandelense até 29 de janeiro, graças ao XIIº Festival de Sabores de Azeite Novo, que arrancou a 14 de janeiro. Este ano, como de costume, o cartaz do festival propõe uma variedade de atividades para agradar a todo o tipo de público.

 
 

A floresta portuguesa merece uma revolução. Para pôr termo à inércia das entidades responsáveis pela gestão e ordenamento do espaço florestal, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) decidiu convocar o conhecimento técnico-científico para o ciclo de debates “A floresta portuguesa em causa”, promovido em conjunto com a Ordem dos Engenheiros e iniciado no passado mês de setembro. A 13 de janeiro, às 15h30, “Revolução ou inércia o pacote legislativo em debate” vai estar em cima mesa no auditório dos Blocos Laboratoriais da universidade.

 

Bolsa Nacional de Terras no Google Maps

I291-IMAGEM3.JPG I291-IMAGEM2.JPG

Com vista a facilitar a consulta e localização das terras disponíveis, a Bolsa de Terras apoiou-se na ferramenta digital Google Maps, mostrando, assim, a sua oferta de terras segundo a tipologia de proprietário – entidade pública/privada. Cada registo individual remete para uma ficha descritiva sumária da terra com o nome, a área, a tipologia da propriedade, o distrito, uma breve descrição, uma ligação para o contacto do proprietário e uma ou mais fotografias aéreas.

 

Governo quer maior número de centrais de biomassa florestal de tamanho menor

A 9 de janeiro, o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Amândio Torres, declarou, na 5ª sessão regional de discussão pública de reforma da floresta em Coimbra, que era intenção do Governo investir na criação de centrais de biomassa florestal mais pequenas, envolvendo também os municípios. Amândio Torres referiu que, segundo Jorge Seguro Sanches, secretário de Estado da Energia, um maior aproveitamento energético dos resíduos florestais requer um maior número de centrais mais pequenas. (in Público.pt, 09.01.2017)

 
 

Mais de 300 agricultores beneficiaram das formações da Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave (ATAHCA), no âmbito dos cursos de “Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (APF)” e de “Produção e Proteção Integrada (PRODI)”.

Nas palavras de José Mota Alves, presidente da ATAHCA, «este tipo de cursos veio dar resposta de desenvolvimento local onde foram objetivadas as necessidades identificadas aos agricultores do território».

 
 

Jovens Agricultores com projetos de instalação aprovados ao abrigo do PDR2020 ou do programa PRODER vão beneficiar da oportunidade de se inscrever nas formações organizadas pela ADDLAP – Associação de Desenvolvimento Dão, Lafões e Alto Paiva e agendadas para iniciar a 9 de janeiro de 2017, em Viseu e Tarouca.

 

ATAHCA soma sete núcleos PROVE no território do Cávado

I286-ANXXNCIOXABERTURAXNOVOXNXXCLEO.JPG

A 6 de janeiro de 2017, a ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave vai abrir um novo núcleo PROVE em parceria com a DST Group. Destina-se exclusivamente aos colaboradores desta empresa de engenharia e construção, pelo que vai funcionar nas suas instalações no parque industrial de Pintancinhos na freguesia de Palmeira no concelho de Braga.

 
 

Era uma vez uma reportagem gráfica intitulada «Reportagem Especial – Adaptação às alterações climáticas em Portugal». Era uma vez um projeto que escolheu a banda desenhada para dar a conhecer o tema da adaptação às alterações climáticas.

 

 
 

“Cereais de Portugal” é o tema da 54ª Feira Nacional de Agricultura/64ª Feira do Ribatejo a decorrer, de 10 a 18 de junho de 2017, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém.

 
 

Governo promove Código de Boas Práticas Comerciais

Acordo inédito entre as estruturas associativas representativas do setor agroalimentar e da distribuição levou a assinatura do Código de Boas Práticas Comerciais a 12 de dezembro, no Ministério da Economia.

 
 

A ADREPES – Associação de Desenvolvimento Regional da Península de Setúbal tem, até 13 de janeiro de 2017, candidaturas abertas à Diversificação de atividades na exploração agrícola (10.2.1.3) da Medida 10 – Leader do PDR2020.

 
 

A 28 de novembro, o tema “DOP/IGP/ETG e Circuitos Curtos Agroalimentares” vai estar em destaque no seminário da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, no Auditório Municipal de Póvoa de Varzim.

 
 

A Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT) em parceria com a Associação Empresarial do Alto Tâmega (ACISAT) lançou a 4 de novembro, em Chaves, uma plataforma de apoio aos setores do turismo e do agroalimentar com base numa rede colaborativa em prol da valorização do turismo e dos produtos regionais.

 
 

Segundo informações recolhidas pelo Semanário V junto do presidente da direção da ATAHCA, Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave, José Mota Alves, existem variedades de frutas com tendência a desaparecer.

 
 

De 28 a 30 de outubro, a 15ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional vai estar patente no antigo Mercado Municipal de Abrantes. À já habitual degustação de iguarias feitas à base de ovos, açúcar e farinha, junta-se um leque de atrações, com destaque para oficinas de doces abrantino e peças de teatro de fantoches, concebidos por crianças.

 

Em Desenvolvimento ...

Este website está em desenvolvimento. Alguns conteúdos e funcionalidade podem estar incompletos.

Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1