O futuro da agricultura e dos territórios rurais passa pela inovação, pela investigação e pela partilha de conhecimento

2017-10-13

I503-PICTURE1.JPG

Agricultores, empresas rurais, startups, autoridades de gestão de Programas de Desenvolvimento Rural, redes rurais nacionais, investigadores, Grupos de Ação Local (GAL) LEADER, consultoras e ONG, vieram de toda a Europa para participar numa plataforma de debate sobre inovação e digitização na agricultura e nas zonas rurais, hoje e no pós-2020. O Agri Innovation Summit 2017 reuniu cerca de 500 pessoas em Oeiras, nos dias 11 e 12 de outubro. A Minha Terra e alguns GAL participaram na primeira edição desta cimeira.

O Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, considerou, na sessão plenária do segundo dia do evento, que o investimento em investigação e inovação “não pode ser visto como uma necessidade apenas para a agricultura de maior dimensão”, devendo antes ser “transversal, inclusivo e abrangente”.

I503-PICTURE2.JPG

150 projetos inovadores vindos de todos os quadrantes foram apresentados no espaço das quatro sessões temáticas sob a forma de poster, como ponto de partida para o intercâmbio de ideias e a apresentação de propostas por parte dos participantes. Diversos GAL da Europa apresentaram projectos apoiados pelo LEADER. Na sessão dedicada à “Agricultura 4.0 e desenvolvimento rural”, Paulo Pereira, técnico do Grupo de Ação Local (GAL) da ATAHCA, e João Carlos Pinho, coordenador do GAL ADRIMAG, apresentaram, respetivamente, o projeto PROVE – Promover e Vender e a Estratégia de Desenvolvimento do Geopark Arouca. No caso do PROVE, Paulo Pereira teve a oportunidade de destacar duas dimensões – a cooperação nacional que abrange 16 GAL parceiros e o contributo para a digitização através das funcionalidades da plataforma web que liga produtores e consumidores. No que respeita ao Geopark Arouca, João Carlos Pinho relevou o potencial de internacionalização dos sítios por via do marketing digital e das TIC, sendo que também neste caso as aprendizagens resultantes da cooperação entre entidades locais e a nível transnacional têm sido fundamentais.

A primeira edição Agri Innovation Summit 2017 foi fruto de uma iniciativa conjunta de um consórcio nacional (Rede Rural Nacional, DGADR, INIAV, Rede INOVAR, INOVISA), do Governo Português, da Rede PEI-AGRI e da Rede Europeia de Desenvolvimento Rural (REDR).





Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Agenda

4º Encontro Europeu de Movimentos de Agricultura Apoiada pela Comunidade

2018-11-09 a 2018-11-11, Tessalónica (Grécia)

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1