O regadio na transformação da paisagem no Alentejo, riscos e oportunidades

2019-04-03

O primeiro debate do ciclo temático “Desafios do Combate à Desertificação no Alentejo” promovido pelo Núcleo Regional de Combate à Desertificação do Alentejo(*) será dedicado ao tema “O regadio na transformação da paisagem Alentejana, riscos e oportunidades” a acontecer no dia 9 de abril no Centro Cultural de Alvito.

As profundas e mais recentes transformações de alguns trechos da paisagem no Alentejo, produzidas pelo aumento da área regada, e o envolvimento dos diversos agentes, entidades e beneficiários convocam a abordagem e debate deste tema. Há a considerar não apenas a sua importância e oportunidade mas também o histórico dos aproveitamentos hidroagrícolas no Alentejo, a atualidade e futuro do EFMA e de outros regadios nesta região e as questões de utilização e proteção/conservação do solo e dos recursos hídricos de superfície e subterrâneos, bem como as relativas à conservação da biodiversidade e ao ordenamento da paisagem.

O desenvolvimento do regadio deve ser encarado numa perspetiva de sustentabilidade articulada com os objetivos do Programa de Ação Nacional de Combate à Desertificação (PANCD) e de Adaptação às Alterações Climáticas.

No debate deste assunto presidem, também, as preocupações relativas aos “Sustainable Development Goals” no que concerne à Land Degradation Neutrality.

Esta iniciativa do NRCD Alentejo, a realizar em parceria com a Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento Integrado, pretende ser um espaço de debate e esclarecimento acerca da temática, contando para isso com a presença de investigadores, técnicos e produtores.

O programa e a ficha de inscrição encontram-se em anexo.

 

(*)O Núcleo Regional de Combate à Desertificação do Alentejo (NRCD-Alentejo), da Comissão Nacional de Coordenação de Combate à Desertificação (CNCCD), integra diversas entidades não só públicas mas também da esfera empresarial, nomeadamente Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Direção-Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo (DRAPAL), Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP), Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL), Universidade de Évora (UE), Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CISCS Nova), Institutos Politécnicos de Portalegre e de Beja, Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) e associações de desenvolvimento e de ambiente.

Documentos Anexos:

Ficha de inscrição

Programa Final

 

Descritores: Pequena agricultura, Setor Agrícola, Artigos ou notas de imprensa .





Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1