Região de Barroso candidata a património agrícola mundial

2017-06-07

A Região de Barroso é candidata ao Programa de Sistemas Agrícolas Tradicionais de Relevância Global, em inglês Globally Important Agricultural Heritage Systems (GIAHS). A Associação de Desenvolvimento do Alto Tâmega (ADRAT) lidera este processo de candidatura que está prestes a ser formalizada.

I411-FOTOXDAXREGIXXO-XBARROSO.JPG

Esta iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) visa a promoção da consciencialização e do reconhecimento nacional e internacional dos sistemas de património agrícola, alertando para a importância de proteger os bens e serviços sociais, culturais, económicos e ambientais que estes fornecem aos agricultores familiares, aos povos indígenas e às comunidades locais, promovendo uma abordagem integrada que combina agricultura sustentável e desenvolvimento rural. A agroecologia é um tema central para o Programa, visto que os sistemas identificados como património agrícola utilizam técnicas tradicionais e práticas localmente adaptadas à biodiversidade.

São organizações da sociedade civil que, com o apoio dos governos e da FAO, estão a desenvolver em vários países da CPLP processos nacionais de candidaturas para o Programa de Sistemas Agrícolas Tradicionais de Relevância Global. A elaboração das candidaturas baseiam-se em processos participativos que envolvem governos, universidades e representantes das comunidades locais.

No caso da candidatura do Barroso estiveram envolvidas as seguintes entidades – ADRAT (líder), Direção Regional de Agricultura (DRA), Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade do Minho (UM).





Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Agenda

4º Encontro Europeu de Movimentos de Agricultura Apoiada pela Comunidade

2018-11-09 a 2018-11-11, Tessalónica (Grécia)

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1