Balança Alimentar Portuguesa 2012-2016

2017-05-12

A recente edição do Instituto Nacional de Estatística (INE) “Balança Alimentar Portuguesa 2012-2016” mede o consumo alimentar a partir da oferta dos alimentos, enquadrando as disponibilidades alimentares e a respetiva evolução em Portugal, em termos de produtos, nutrientes e calorias. 

I391-IMAGEM5.JPG


Infografia que ilustra alguns dados estatísticos sobre as disponibilidades alimentares em 2016.

Este instrumento analítico de natureza estatística apresenta um conjunto de indicadores de referência, que podem ser utilizados para a avaliação, a nível nacional, das disponibilidades, da procura e das tendências de consumo como instrumento orientador de políticas de produção agrícola, das pescas ou da indústria alimentar.

Nesta publicação, o Instituto Nacional de Estatística (INE) atualiza e divulga a BAP para o período 2012-2016 e alarga, pela primeira vez, o âmbito de análise aos micronutrientes (vitaminas e sais minerais). Para tal, recorre, sempre que tal se justifica, à análise comparativa com o período anterior (2008-2011).

O sumário executivo reporta, entre outros aspetos, que relativamente à dieta mediterrânica, entre 2012 e 2014 o índice de adesão decresceu 4%. Em contrapartida, a partir de 2014 e até 2016, aumentou 2,8%.

Para mais informações, aceda através deste link.

A Balança Alimentar Portuguesa 2012-2016, edição de 2017, encontra-se em anexo.





Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Agenda

4º Encontro Europeu de Movimentos de Agricultura Apoiada pela Comunidade

2018-11-09 a 2018-11-11, Tessalónica (Grécia)

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1