Conselho (Agricultura e Pescas) de 19 fevereiro

2018-02-21

A comunicação “O futuro da alimentação e da agricultura” relativa à PAC pós-2020 esteve, tal como na reunião de janeiro, na ordem do dia do Conselho Europeu de 19 de fevereiro, centrando-se o debate no apoio direto, na dimensão ambiental da PAC e no desenvolvimento rural.

Os ministros consideraram que os pagamentos diretos deveriam ser mais justos, mais direcionados e mais eficazes para os agricultores em toda a UE. No plano ambiental, a PAC deveria ser mais ambiciosa, na condição de recompensar devidamente os agricultores que contribuem naturalmente para a protecção do ambiente e para a atenuação das alterações climáticas. De resto, a criação de emprego, a promoção do crescimento e o favorecimento da renovação de gerações no setor da agricultura são essenciais para gerar áreas rurais que se querem vitais e resilientes. Nesse sentido, os ministros europeus reconheceram a eficácia do segundo pilar da PAC e a necessidade de simplificar os programas de desenvolvimento rural.





Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Agenda

Curso de formação avançada em direito agrário e sustentabilidade

2019-03-22 a 2019-05-31, Lisboa

ADL propõe formação profissional agrícola

2019-04-08 a 2019-04-28,

Alterações climáticas e a agricultura, tema central da 36ª Ovibeja

2019-04-26 a 2019-04-27, Beja

"Alimentação e Território: Estratégias, Políticas e Metodologias"

2019-05-03 a 2019-05-04, Lisboa

Workshop DLBC Rural em Palmela

2019-05-06, Palmela

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1