Idanha-a-Nova recebeu fórum internacional sobre alimentação sustentável

2019-07-24

O concelho de Idanha-a-Nova, na Beira Baixa, recebeu entre 17 e 21 de julho o FISAS – Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis. Este evento, que reuniu especialistas nacionais e internacionais, serviu para partilha de conhecimentos sobre a necessidade urgente de mudar o sistema alimentar mundial, através do desenvolvimento de políticas que promovam modos de produção sustentável, assentes na agricultura familiar, na proteção da biodiversidade e na preservação de técnicas e conhecimentos tradicionais, assim como em dietas saudáveis.

I943-IMAGEMXNOVO.JPG

Do vasto programa destaca-se a sessão solene de abertura, que teve lugar no dia 18, no Edifício Multifunções de Monsanto, que contou com a intervenção de representantes de países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Interveio também na sessão José Graziano da Silva, o Diretor-Geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), que terminará o mandato no final deste mês, que foi homenagead com a Medalha de Honra da Agricultura de Portugal.

Graziano da Silva manifestou preocupação com os números ´que constam do relatório “O estado da segurança alimentar e da nutrição no mundo”, apresentado em meados deste mês. O número de famintos no mundo (820 milhões de pessoas) continua a crescer, mas foi pela primeira vez ultrapassado pelo número de obesos (830 milhões de pessoas), havendo ainda mais dois mil milhões de pessoas em situação de insegurança alimentar, ou seja, com dificuldades em aceder regularmente a alimentos nutritivos e/ou em quantidades suficientes. De acordo com o responsável estas situações só podem ser ultrapassadas através do desenvolvimento de políticas promotoras da agricultura sustentável e saudável.

Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial (SIPAM)

Durante o dia 19 de Julho, nas instalações da Escola Superior de Gestão do Politécnico de Castelo Branco, em Idanha-a-Nova, decorreu o seminário dedicado aos Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial (SIPAM), que correspondem, segundo a FAO, a “paisagens esteticamente impressionantes que combinam a biodiversidade agrícola com ecossistemas resilientes e um valioso património cultural. Localizados em locais específicos em todo o mundo, eles fornecem de uma forma sustentável vários bens e serviços, segurança alimentar e de subsistência para milhões de pequenos agricultores.”

I943-NOVO.JPG

O seminário permitiu a partilha de experiências entre a FAO, responsável pelo reconhecimento dos SIPAM, alguns SIPAM já reconhecidos e representantes de territórios interessados em aceder a este estatuto, nomeadamente em países da CPLP. As diferentes intervenções relacionaram as múltiplas dimensões dos SIPAM com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

Em Portugal o complexo agro-silvo-pastoril do Barroso, está desde 2018 classificado como SIPAM, na sequência de uma candidatura iniciada em 2016 por uma parceria liderada pela ADRAT e formalizada junto da FAO pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.





Grupos de Ação Local


I16-MRLM.PNG

Localizar GAL por Concelho e Freguesia. Contatos. Prazos de candidatura.

Agenda

A Agricultura e os desafios societais para o período 20-30

2019-10-15 a 2019-10-18, Lisboa/Oeiras

VI Congresso Português “Alimentação e Autarquias”

2019-10-16 a 2019-10-17, Auditório Municipal de Vila Nova de Gaia

Workshop "Dinamização de CCA e Estratégias Alimentares Territoriais"

2019-10-21, Oeiras

Encontro “Extensão Rural, Economia Social e Solidária e Desenvolvimento Rural”

2019-10-25, Universidade Lusófona de Lisboa

Doçaria nacional regressa a Abrantes no último fim de semana de outubro

2019-10-25 a 2019-10-27, Abrantes

Newsletter LEADER 2020





SICLIK.COM.S8V2.LEADER2020.MINHATERRA.PT.1